Logo oficial da Wiz
Após o bom resultado do 1º trimestre/2019 e a boa notícia da associação com a Inter Seguros, fatos que mencionei no artigo "Boas Notícias para a Wiz", o Ibovespa saiu de 95 mil pontos e chegou a perder a linha dos 90 mil, recuperando um pouco nessa segunda-feira.

O motivo de tudo isso foi um cenário conturbado pela guerra comercial EUA x China, mas também e principalmente a demonstração de incapacidade desse governo de se articular minimamente no Congresso para tocar as pautas que entende importante. Nem ao menos a aprovação de Medidas Provisórias, que tem quórum mais fácil tem tido sucesso, imagina uma Emenda Constitucional necessária para aprovar a reforma da previdência. Diante dessa constatação, o mercado está começando a precificar esse cenário.

Voltando ao foco do artigo, a cotação da Wiz atingiu o máximo de R$ 9,61 no intraday do dia 09/05/2019, antes da derrocada recente do Ibov, para atingir a mínima de R$ 8,85 na sexta, 17/05/2019. Aproveitando o que leio como um repique que não terá muita consistência, encerrei a minha posição em WIZS3 hoje, 20/05/2019, a R$ 9,40, com ganhos de 35,67% sobre o preço de entrada ajustado por dividendos de R$ 6,93. Um belo lucro diante de um cenário em deterioração.

Entendo que a WIZS3 passa por um bom momento e está no caminho certo para diminuir a dependência do contrato com a Caixa, proporcionando alvos a médio e longo prazo bem maiores do que o meu preço de saída. Mas a estratégia atual é de diminuição da exposição ao risco, diante de um cenário tanto interno como externo de muitas incertezas, como mencionei no artigo "Podemos Estar Próximos de uma GrandeCrise".

Quem sabe em caso de uma correção mais aguda do mercado, abra possibilidade de reentrar no ativo a preços bem mais descontados, uma vez que o racional do investimento que justificou a compra continua presente. Aos que ficam, na estratégia "buy and hold", certamente terão lucros bem consistentes no futuro, além de dividendos muito relevantes nos próximos anos. É o que imagino para a empresa no futuro. Solidez e consistência. Mas no momento, a prudência me manda pisar no freio e aguardar melhores ventos para navegar. Respeito aos que ficam.

Ativo
Entrada na Carteira
Preço de Entrada *
Preço Atual
Var. %
Peso na Carteira
Retorno para a Carteira (%)
OIBR4
08/02/2019
1,45
1,52
4,83%
5,00%
0,24%
CIEL3
14/02/2019
10,66
7,00
-34,36%
13,50%
-4,64%
KROT3
15/02/2019
11,57
9,06
-21,72%
13,50%
-2,93%
Capital a Alocar (Renda Fixa)

-
-
0,00%
68,00%
0,00%
Carteira
-
-
-
-7,33%
-
-7,34%


IBOV
08/02/2019
95.343
91.715
-3,81%

Posições Encerradas
Ativo
Entrada na Carteira
Preço de Entrada *
Preço de Saída
Lucro (%)
Data da Saída
WIZS3
26/02/2019
6,93
9,40
35,67%
20/05/2019
  • Ajustado por dividendos