Para onde irá a CIELO?

No artigo " A CIELO sob Forte Concorrência ", publicado aqui no blog em abril/2019, mencionei que os fundamentos para a CIELO, principalmente no médio prazo haviam mudado para pior. A forte concorrência comprometeria as margens e também o lucro da CIELO em 2019. Depois da divulgação do artigo, outras notícias negativas vieram a público: a empresa anunciou a descontinuidade do Guidance e a diminuição dos proventos para 2019. O Guidance são as perspectivas da empresa para as suas atividades em um determinado período. Ao descontinuar o guindance, a empresa reconhece que não atingirá as metas pré-estabelecidas de faturamento, lucro,…

Continuar Lendo »

Os Ciclos da Economia

A Economia de um país tem seus ciclos naturais de expansão e contração. Esses ciclos são provocados por condições internas e externas do mercado e outras variáveis macroeconômicas. Os governos têm seus instrumentos para influenciar nesses ciclos, sendo o mais importante a taxa de juros. Quando a economia demonstra aquecimento, com reflexos na inflação, o governo, representado pelo Banco Central, sobe a taxa de juros, tornando o custo do dinheiro mais alto e esfriando a atividade econômica. O contrário também é verdade: quando a economia cresce pouco ou até decresce, a queda da taxa de juros serve como estímulo para facilitar o crédito, ba…

Continuar Lendo »

A Crise Pode se Agravar

No artigo " Não Haverá Recuperação sem Estímulos ", escrevi que não sairíamos dessa crise sem alguma forma de incentivo e facilitação para desatravancar a paralisia no consumo e nas vendas de uma forma geral. No citado artigo, sugeri que esses estímulos poderiam vir da liberação do FGTS, do PIS e até do FAT. No caso do FGTS, a ideia era que o trabalhador poderia ter acesso ao seu saldo, mesmo aquele das contas ativas. O Governo Temer havia liberado o saque para as contas inativas. Notícia recente divulgada no Portal G1, informa que o governo estuda liberar o FGTS e o PIS, visando estimular a economia. A liberação seria de c…

Continuar Lendo »

Chegou a Hora de Realizar Lucro na Wiz

Após o bom resultado do 1º trimestre/2019 e a boa notícia da associação com a Inter Seguros, fatos que mencionei no artigo " Boas Notícias para a Wiz ", o Ibovespa saiu de 95 mil pontos e chegou a perder a linha dos 90 mil, recuperando um pouco nessa segunda-feira. O motivo de tudo isso foi um cenário conturbado pela guerra comercial EUA x China, mas também e principalmente a demonstração de incapacidade desse governo de se articular minimamente no Congresso para tocar as pautas que entende importante. Nem ao menos a aprovação de Medidas Provisórias, que tem quórum mais fácil tem tido sucesso, imagina uma Emenda Constitucional n…

Continuar Lendo »

Psicologia do Investidor - A Frustração de Não Acertar Sempre

Quem nunca ficou frustrado por ver as ações da sua carteira lateralizarem por longos períodos ou até caírem, muitas vezes enquanto o mercado todo sobe? Estou me sentindo assim no momento. O principal índice da nossa bolsa não está muito distante da sua máxima histórica e você olha para suas ações e algumas delas estão no vermelho ou no zero a zero, sem demonstrar tendência de recuperação no curto prazo. Não fica mesmo a sensação de que está todo mundo ganhando e só você perdendo? Ou mesmo ter a impressão que somente as suas ações não sobem, até que você desista, para no dia seguinte perder aquela alta extraordinária? Só quem já investiu e…

Continuar Lendo »

Boas Notícias para a Wiz

A Wiz divulgou comunicado ao mercado ontem sobre a compra de participação de 40% da Inter Seguros, subsidiária do Banco Inter. A Inter Seguros tem exclusividade para atuar na instituição financeira por 50 anos. É uma ótima notícia para a Wiz e um importante passo para equacionar o seu maior problema e que fez a ação cair nos últimos meses, que é a sua dependência pela exclusividade de atuação dentro das agências Caixa. O contrato de exclusividade com a Caixa vence em 2021. A Wiz se sujeitará a uma concorrência, com vantagens para ganhar e continuar atuando nas dependências da Caixa, mas se perder, o baque nos resultados e, conse…

Continuar Lendo »

Podemos Estar Próximos de uma Grande Crise

Desde a grande crise do subprime americano em 2008, já transcorreram mais de 11 anos de relativa estabilidade na economia mundial. Olhando para o histórico de crises financeiras e a frequência em que elas ocorreram nas últimas décadas, constata-se que já estamos no lucro. As bolsas americanas têm atingido topos históricos, diante dos juros baixos por esse longo período. Mesmo o FED (Banco Central americano) tendo subido os juros até os atuais 2,25%, o incentivo para comprar riscos diante do baixo retorno em títulos, tem provocado essa excessiva alta nos ativos. O problema das dívidas soberanas não foi equacionado, especialmente a amer…

Continuar Lendo »